fbpx

ERP em nuvem: o melhor custo-benefício para o seu negócio! 2 meses ago

Com tanta inovação saindo do forno a cada dia, estar sempre atualizado com as novas tecnologias tornou-se fundamental. E a nuvem não para de crescer! Os sistemas de ERP em nuvem tornaram-se muito populares nos últimos anos na gestão empresarial — especialmente entre empresas de pequeno e médio porte.

A computação na nuvem veio revolucionar o mercado e ajudar essas organizações a se manter atualizadas tecnologicamente com um baixo custo e uma grande performance. Quem adota essa ferramenta percebe as diversas vantagens e seu custo-benefício rapidamente.

Por isso, vamos apresentar, neste post, o conceito e a funcionalidade do ERP e os principais benefícios dessa plataforma. Confira!

Conceito do ERP

Para entender melhor o conceito de ERP em nuvem, vamos voltar um pouco: o que é ERP? Significa Enterprise Resource Planning, ou Planejamento dos Recursos da Empresa.

É um sistema de gestão empresarial que automatiza e integra os diferentes setores de uma organização, promovendo maior agilidade de acesso e sincronicidade das informações, aumentando a integridade e valor dos dados e facilitando, assim, o trabalho das equipes. Basicamente, existem dois tipos de ERP:

ERP On-Premise

Os sistemas On-Premise são os tradicionais ERPs instalados na própria empresa, com toda a infraestrutura de servidores, softwares, serviços e regras de negócio alocados na própria companhia.

ERP em nuvem

Já os sistemas de ERP em nuvem têm funcionalidades similares às do ERP On-Premise, mas toda a sua infraestrutura — física e lógica — fica na nuvem. Uma solução na nuvem é acessada via browser e chama-se SaaS (Software as a Service, ou entrega de software como serviço).

Estrutura na nuvem

Embora o ERP na nuvem e o ERP On-Premise ofereçam funcionalidades semelhante em termos de ferramentas e uso, o ERP na nuvem garante economia de custos, flexibilidade, escalabilidade, segurança e velocidade — as pequenas e médias empresas, principalmente, o acham muito atraente.

Quanto à infraestrutura da nuvem, ela permite que os bancos de dados e os sistemas fiquem armazenados em grandes data centers — servidores que podem estar espalhados pelo mundo e que interagem entre si por meio da computação em grade, formando uma grande máquina virtual.

Assim maioria das empresas adotou soluções de ERP para automatizar seus processos e descobriu que seus sistemas se tornam ainda mais robustos quando implantados na nuvem e com múltiplos benefícios, como os citados acima.

Para ilustrar quão benéfica essa solução será para a sua empresa, veremos as principais vantagens logo abaixo. Vamos lá?

Infraestrutura

As organizações que adotam essa solução percebem instantaneamente a redução de custos e armazenamento de hardware e infraestrutura, além da economia com a transição de funções de suporte de TI, que podem ser gerenciadas pelo provedor de ERP em nuvem.

Para que essa infraestrutura na nuvem seja bem-sucedida, é crucial que haja parceria com os melhores data centers mundiais para a hospedagem dos dados, cujo objetivo é tornar seus dados acessíveis com a maior facilidade, rapidez e segurança possíveis.

Segurança das informações

Alguns empresários recusam-se a eliminar o ERP On-Premise porque acham que isso tornaria os seus dados vulneráveis. Enquanto a conversa de segurança local versus a nuvem ainda está em discussão, a maioria depositou sua confiança na nuvem. Por quê?

Os requisitos de segurança mais rigorosos para provedores de ERP na nuvem os pressionam a esgotar todas as possibilidades de erro fazendo a gestão de vulnerabilidades e riscos.

Os grandes centros de dados garantem e monitoram os serviços, servidores, sistemas, infraestrutura de rede e o backup dos dados em tempo real, além de armazenarem seus dados em vários lugares, para garantir que nada seja perdido.

Menor investimento inicial

Em comparação com a implementação e manutenção de um sistema de TI interno, os programas ERP baseados em nuvem e o armazenamento de dados custam menos no capital inicial. Mesmo a taxa de serviço mensal do ERP em nuvem é mais rentável a longo prazo.

Ao eliminar as taxas anuais de manutenção e cobrar apenas por usuário/mês, o ERP na nuvem é mais econômico do que os sistemas que exigem licenças caras e atualizações constantes de hardware e software.

Implementação remota

Toda a implementação do sistema pode ser realizada de forma remota, não havendo necessidade de deslocar os recursos da empresa especializada para a implementação dos sistemas.

Essa ação elimina diversos custos, mas, principalmente, ganha tempo, já que todo o processo pode ser feito na sede da empresa — ou onde você quiser!

Escalabilidade

Cuidar do escalonamento é bem complicado quando não temos os sistemas ERP na nuvem. Se você dimensionar sua infraestrutura para que seus negócios cresçam lentamente, não acompanhará seus clientes e a concorrência. Contudo, se você dimensionar para mais, pode gastar muito com a infraestrutura e desperdiçar recursos.

Talvez o maior problema seja a sazonalidade, pois é necessário prever e provisionar os sistemas e servidores para aguentar os períodos de pico dos sistemas. Porém, passado o pico, sua infraestrutura ficará com muito tempo ocioso e sem o aproveitamento total dos equipamentos. E isso custa dinheiro.

Como todo sistema ERP na nuvem oferece uma plataforma escalonável — podendo aumentar ou diminuir o tamanho de processamento e armazenamento —, você não precisa comprar e instalar novos hardwares ou licenças de software quando contratar mais funcionários, aumentar a base de clientes ou estiver vendendo mais.

Basta acordar com a empresa especializada e dimensionar seu pacote de ERP para acomodar um número ilimitado de usuários, sem o incômodo de manter ou substituir hardware e software locais.

Flexibilidade

O ERP em nuvem é flexível porque pode ser acessado de qualquer lugar, com qualquer dispositivo que esteja habilitado para a Internet. Isso significa que você tem a capacidade de tomar boas decisões de negócios, de qualquer lugar que estiver e em qualquer dispositivo móvel — seu notebook, tablet ou smartphone.

Também é possível compartilhar dados com mais facilidade entre locais e departamentos, e como todos na empresa estão interagindo com dados centralizados por meio de uma interface comum, a probabilidade de interpretar os dados de maneira diferente entre funções é diminuída, e a oportunidade de colaboração aumenta.

Por fim, os dados que estão em um ERP na nuvem são mais fáceis de usar com ferramentas de BI ou Big Data, projetadas para trabalhar com dados na nuvem, oferecendo flexibilidade para gerar dashboards com relatórios gerenciais ou operacionais excelentes para sua empresa.

Como vimos neste post, os benefícios são diversos e, se a sua empresa está em crescimento e precisa de uma solução de ERP que possa crescer com ela, o ERP em nuvem pode ser sua melhor aposta em termos de custo-benefício, flexibilidade, escalabilidade, segurança e velocidade. E você vai ter tempo de sobra para cuidar das estratégias da sua companhia.

A Web Managers é especialista em soluções em nuvem de gestão para loja e pode ajudá-lo a começar essa mudança. Entre em contato hoje mesmo!





Fique antenado sobre as Novidades

Não enviaremos spam!