fbpx

Como integrar sua loja física ao ambiente virtual? Veja o passo a passo! 2 meses ago

Com a consolidação do comércio eletrônico nos últimos anos, as empresas mudaram a forma de vender seus produtos. Tornou-se crucial a existência de uma loja virtual para que qualquer organização consiga oferecer seus produtos ou serviços de maneira online. Mas, como transformar uma loja física em virtual?

Não é uma tarefa simples, mas vamos ajudá-lo com algumas dicas que devem ser consideradas para que sua loja seja um sucesso. Saiba como avaliar esse novo negócio, integrar as lojas físicas e virtuais e adotar os melhores sistemas para que essa integração aconteça sem nenhum trauma. Acompanhe!

Avaliando o novo tipo de negócio

É necessário começar com um planejamento para transformar uma loja física em virtual, portanto seja cauteloso!

Veja o que a concorrência está fazendo

Em um ambiente virtual, seus concorrentes, normalmente, são mais complexos — empresas maiores, de qualquer região e marca fortalecida. Então, faça melhor! Pense em ideias, condições ou produtos exclusivos para disponibilizar na loja virtual.

Construa um site responsivo

Escolha uma empresa com ideias inovadoras para que o site seja responsivo — design e funcionalidade para qualquer dispositivo —, inteligente e que forneça uma boa experiência do usuário (UX).

Pense na estrutura física

Dependendo do tamanho da sua empresa e da quantidade de vendas, é necessário um time de funcionários para cuidar da loja virtual. Além disso, é essencial ter um controle de estoque que suporte a integração entre loja física e loja virtual e a logística para o envio das mercadorias.

Adotando um ERP com integração entre as lojas

Uma etapa crucial nesse processo é realizar a integração dos sistemas entre a loja física e a virtual. As atualizações devem ser constantes, para que o controle de estoque não tenha problemas, como vender um produto que já foi vendido e que já não esteja disponível em estoque.

Para conseguir essa integração, a melhor solução é adotar um sistema ERP por meio de empresas especializadas. E se você já tem um ERP, verifique se ele contempla os serviços de integração entre as lojas, principalmente no que diz respeito ao controle de estoque.

Fazendo um bom cadastro de produtos

Além da devida integração do controle de estoque entre as lojas físicas e a virtual, um cadastro de produtos impecável é o diferencial para a sua loja virtual. Pense no site como uma grande vitrine, que deve ser completa, oferecendo todas as informações que o cliente precisa para tomar uma decisão de compra.

Um bom cadastro ajuda a proporcionar a melhor vitrine e deve conter o máximo de informações, como:

  • nome;
  • fotos;
  • descrição completa;
  • material utilizado;
  • dimensões;
  • preço;
  • quantidade em estoque.

Definindo estratégias de vendas

Ao planejar e definir qual será a estratégia de vendas da empresa para a loja virtual, é importante pensar em:

  • estabelecer metas de vendas;
  • investir em Marketing Digital — maior visibilidade da loja virtual na web;
  • estabelecer períodos para avaliação gerencial e operacional — e rever a estratégia, se necessário;
  • emitir relatórios gerenciais para a tomada de decisão.

As informações gerenciais são de vital importância para a definição da estratégia de vendas. É fundamental ter um bom sistema que colete e extraia essas informações, como o BI — Business Intelligence ou Inteligência de Negócios.

Investindo em BI para medir seu ROI

Outro fator a ser analisado é o ROI — Retorno sobre o Investimento. Para montar uma boa loja virtual existirá um custo inicial, sendo imprescindível que seja analisado no decorrer de determinados períodos se a empresa está obtendo retorno sobre o investimento realizado. É importante verificar, também, se o sistema ERP que você vai contratar para integrar as lojas também contempla as funcionalidades de BI, Big Data ou inteligência de dados.

Vimos, no decorrer deste post, dicas poderosas sobre como transformar uma loja física em virtual, por meio da avaliação do negócio, da importância de adquirir um ERP que saiba integrar as lojas em tempo real, entre outros. Um projeto assim requer muito trabalho e sabemos que essa transição é desafiadora, mas se realizada de forma eficiente pode gerar resultados positivos para o negócio.

Gostou das dicas e tem alguma dúvida ou experiência para compartilhar? Deixe seu comentário no post!





Fique antenado sobre as Novidades

Não enviaremos spam!