fbpx

Como escrever um e-mail que vende 8 meses ago

Não basta ter um bom produto ou executar um excelente serviço se você não os oferece, não é mesmo? Para que uma empresa alcance o sucesso, é preciso saber vender e ter consigo uma boa e estruturada equipe de vendas.

As empresas que se deram conta disso, com certeza, estão passos à frente da concorrência. Existem diversas técnicas e maneiras de se fazer uma venda, mas hoje vamos falar em como utilizar o e-mail marketing para vender.

Essa poderosa ferramenta pode lhe ajudar a alavancar a suas vendas e, de quebra, estabelecer um relacionamento com o seu cliente, fidelizando-os. Se você quer saber como escrever um e-mail que realmente vende, acompanhe todo o artigo!

Comece com um assunto interessante

Para você aumentar as taxas de abertura de suas campanhas, tudo começa com a elaboração de um bom assunto. Um e-mail que não instiga a curiosidade do leitor tem mais chances de parar na lixeira sem ser lido.

Você precisa convencer logo nos primeiros 20 caracteres, então capriche no assunto! Ao escrever, pense em elaborar um título para a sua apresentação, assim como acontece com o título de obras e filmes. Veja nesse exemplo:

Assunto 1: Produto (X)

Assunto 2: Quer aumentar a performance da sua empresa? Conheça o Produto (X)

Faça uma abertura

Não chegue logo de cara oferecendo o seu produto/serviço, isso pode assustar o cliente aumentando as chances dele não continuar a leitura. Em vez disso, seja cordial, se apresente, faça uma pequena introdução do que você quer mostrar à pessoa.

A intenção é construir um relacionamento com o cliente, por isso resista à tentação de vender logo nas primeiras linhas (apesar de ser esse o objetivo do e-mail). Veja o exemplo:

Olá Carlos,

Como gerente comercial da empresa (nome fantasia), gostaria de compartilhar 
com você boas práticas que têm levado muitas empresas 
a aumentarem a performance dos seus negócios. 

Trata-se de uma ferramenta que, além de produzir dados precisos
sobre o andamento do seu negócio, lhe permitirá tomar as melhores
decisões de maneira rápida e certeira!

Escolha um tipo de abordagem

Após a apresentação, o desenvolvimento do e-mail, no qual você vai efetivamente vender o seu produto/serviço, pode ser elaborado de diferentes formas. É o caso, por exemplo, de se fazer uma abordagem mais incisiva (hard sell), ou ir aos poucos (soft sell), comendo pelas beiradas, sabe?

Vale ressaltar que os dois tipos de abordagem são ótimas opções, o que vai determinar a escolha são as suas as estratégias de venda. Vamos aos exemplos:

Hard sell

Por isso, investir em tecnologia é uma excelente saída
para se manter competitivo no mercado, como é o caso do Produto (X). 

E é aqui que eu entro: meu objetivo é que você tenha
um aumento em X% do seu faturamento utilizando o Produto (X).

E aí, topa o desafio?

Soft sell

Para lhe ajudar a melhorar o desempenho da sua empresa
e, de quebra, aumentar o seu faturamento em até X%,
minha sugestão é o Produto (X).

Eu sei que nem sempre é o momento de investir em novas tecnologias,
por isso eu lhe pergunto: essa é a sua necessidade neste momento?

Utilize gatilhos mentais

Primeiramente, vamos definir o que são os gatilhos mentais. Segundo Rejane Toigo, estudiosa de neuromarketing e proprietária da agência Like Marketing:

 

“Gatilhos mentais são informações que são colocadas no texto que vão se comunicar diretamente com a região do cérebro onde está localizada a decisão da pessoa com quem você está falando”.

Dito isso, os gatilhos mentais são palavras, frases ou imagens que são empregadas no texto para atingir o comprador, facilitando a sua decisão de adquirir o seu produto/serviço.

Vale ressaltar que os gatilhos funcionam de maneiras diferentes nas pessoas, por isso é importante conhecer a jornada de compra do seu público, ou seja, o que leva as pessoas a adquirirem o seu produto/serviço.

Nos exemplos acima, foram utilizados os gatilhos “aumentar a performance”, “melhorar o desempenho”, “aumentar o faturamento em X%”, todas pensadas na necessidade desse cliente em potencial.

Para encerrar o seu e-mail de vendas é fundamental inserir um CTA (Call to Action), convidando o seu cliente em potencial a realizar uma ação, seja ela entrar em contato, preencher um formulário ou visitar a sua home.

É interessante que o CTA seja claro e objetivo. Vejamos como podemos encerrar o e-mail de exemplo:

Se o Produto (X) lhe interessar, podemos bater um papo.
Ficarei feliz em ajudar a sua empresa a crescer! 
Basta clicar aqui em preencher o formulário.  

José da Silva - gerente comercial 

Empresa (nome fantasia)

Endereço e telefone

Para fazer um e-mail eficiente de venda não é preciso escrever muito. A palavra-chave aqui é: seja direto. A simplicidade guia o comprador exatamente pelos caminhos que você deseja que ele percorra.

Assim, não é preciso um texto cheio floreios, porque a intenção do e-mail de venda é despertar o interesse da pessoa e fazer com que ela identifique uma necessidade, considerando o seu produto/serviço como uma possível solução.

E aí, pronto para colocar essa estratégia em prática. Compartilhe conosco aqui nos comentários como foi a sua experiência!





Fique antenado sobre as Novidades

Não enviaremos spam!