fbpx

7 dicas imperdíveis para melhorar o cadastro de produtos da sua loja 8 meses ago

cadastro de produtos

Os produtos do seu e-commerce estão com um cadastro bem completo? Ou será que algumas pessoas estão desistindo da compra por falta de confiança? O cadastro de produtos de uma loja virtual deve ser feito com muito capricho, de forma que o cliente consiga ter uma boa ideia das características do item que deseja comprar.

Cadastrando os produtos de sua loja de maneira correta e com muita criatividade e detalhamento, você provavelmente conseguirá aumentar a taxa de conversões. Por isso, nós preparamos este artigo para ajudar você a dar um up no cadastro de produtos da sua loja virtual. Fique de olho nas nossas 7 dicas!

1. Separe por categorias

Há clientes que acessam determinada loja sabendo exatamente o que querem e fazem a busca por palavra-chave. Porém, também há pessoas que gostam de navegar pelas categorias para procurar algo interessante. Por isso, os produtos não podem ficar misturados, sem uma ordem lógica.

Organizar as categorias é como fazer um projeto. Então, pegue papel e caneta ou uma planilha e defina quais são as categorias e subcategorias da sua loja. Logo depois, classifique cada produto. Pode ser que isso dê um pouco de trabalho, mas valerá muito a pena. Dessa forma, a casa estará arrumada para receber as visitas!

2. Produza descrições atrativas e criativas

No mundo das vendas, é importante entender bem a diferença entre características e benefícios. O motivo é que as pessoas estão interessadas justamente nos benefícios que determinado produto vai proporcionar. Por isso, você até pode incluir listas com especificações técnicas, mas, na hora de fazer a descrição, libere o escritor que está dentro de você.

Faça o potencial cliente imaginar como é bom usar aquele objeto. Use palavras bem escolhidas para apresentar os diferenciais do produto e mostrar que a pessoa se sentirá feliz ao usar os recursos daquele item. Evite copiar as informações do site do fabricante e prefira criar as suas próprias descrições para aumentar as chances de sua loja ser encontrada no Google.

3. Padronize as descrições

Embora as descrições devam ser criativas, elas precisam seguir certo padrão. Afinal, quem compra pela internet gosta muito de comparar as características e os recursos dos produtos. Como o visitante fará comparações se as descrições não estiverem padronizadas? Isso poderia deixar o potencial comprador confuso, desanimando-o de fazer negócio com a sua loja.

Se mais de um colaborador ajudar no cadastro de produtos, é importante que todos eles sigam um modelo já estabelecido. Além disso, é útil que uma só pessoa sempre faça as revisões dos cadastros. Isso vai garantir que o texto fique bem escrito e de acordo com o padrão.

4. Invista em tecnologia

A tecnologia permite uma integração fantástica entre loja física e virtual. Existe um tipo de software que é conhecido como ERP, ou sistema de gestão empresarial. Com esse sistema, é possível controlar a movimentação de mercadorias nas duas lojas usando apenas um estoque. Isso simplifica o gerenciamento de produtos, para que nunca haja excesso ou falta de algum item por erro de planejamento.

Mesmo que você trabalhe apenas com e-commerce, um ERP pode ajudar a administrar a infinidade de informações geradas pelo seu negócio. Com diversos dados organizados, é possível ter uma boa visão da sua empresa, de forma que você consiga tomar decisões acertadas com agilidade.

5. Use grades

Esse recurso também é conhecido como cadastro de variações. Se um produto está disponível em 3 cores, não se trata de 3 produtos diferentes. Na verdade, é apenas um, mas com variações de cores, entendeu? Esse é o caso de um par de meias, por exemplo, que está disponível nas cores preta, branca e cinza. Nessa situação, você deve fazer apenas um cadastro de produto e incluir as variações.

Isso é bom para o cliente, que vai poder visualizar as cores ou materiais de determinado produto com maior facilidade, e também é uma ótima prática para você, já que reduzirá a quantidade de cadastros a fazer. Além disso, sempre que for necessário ajustar certas informações na tela do produto, bastará fazer isso apenas uma vez, mesmo que o item tenha variações.

6. Nomeie os produtos com um nome diferente

Ao escrever o nome do produto, não é necessário usar exatamente o mesmo nome escrito na embalagem ou na nota fiscal. Afinal, pode ser que eles não chamem tanta atenção. Também não é recomendado copiar o que está no site do concorrente, pois isso poderá prejudicar o posicionamento da sua loja no Google, por ser considerado plágio.

Na verdade, o ideal é pensar em algo atraente e que seja capaz de cativar o visitante. Se for bem escolhido, o nome pode ter uma grande influência na decisão de compra. Portanto, nomeie seus produtos pensando em como seu potencial cliente faria uma pesquisa num buscador e certifique-se de incluir as características mais importantes.

7. Coloque cores e tamanho

Facilite a vida do seu visitante! Permita que ele visualize na mesma tela todas as variações do produto. Afinal, a pessoa pode ter caído de paraquedas na sua loja a partir de alguma busca feita no Google. Por isso, é importante ter acesso imediato às cores e aos tamanhos disponíveis.

Você não quer perder uma venda fazendo o cliente pensar que não tem a cor de que ele gosta, não é mesmo? Provavelmente, também não quer irritar o comprador fazendo-o avançar no processo de compra para descobrir que seu tamanho não está disponível. Isso não pede nada além de fazer um cadastro bem completo, de forma que o cliente consiga encontrar exatamente aquilo que o agrada.

Conforme você viu neste artigo, é possível melhorar o desempenho das vendas na sua loja virtual ao aprimorar o cadastro de produtos. Por isso, além de preencher o nome e o preço, é essencial fazer uma descrição criativa e detalhada. Assim, apesar de o cliente não poder tocar o produto, ele terá uma boa ideia de como aquele item é e sentirá mais confiança para realizar a compra.

Agora que você já sabe como fazer um cadastro perfeito de produtos, está na hora de aprender a gerenciar promoções. Então, leia nosso artigo “Problemas para gerenciar suas promoções? Resolva em 6 passos!”.





Fique antenado sobre as Novidades

Não enviaremos spam!