fbpx

Big Data no varejo: 4 dicas fantásticas para usar a seu favor 3 meses ago

A situação do comércio em nosso país está lhe preocupando? Gostaria de continuar vendo o seu negócio se desenvolver apesar dos desafios atuais? Se você aprender a utilizar o Big Data no varejo, terá um grande aliado no fortalecimento da sua marca. Assim, sua empresa manterá um excelente relacionamento com os clientes e fará ótimos negócios.

O Big Data envolve reunir toda a informação gerada pelas interações que o cliente faz com o seu negócio. A mineração de dados organiza essas informações de forma que seja possível identificar padrões, tendências e o comportamento do cliente. Unindo essa tecnologia ao Data Science, que se refere à análise detalhada dessas informações, você terá condições de tomar decisões bem fundamentadas.

Então, se você quer se destacar da concorrência e aumentar o faturamento, leia este artigo e veja 4 maneiras fantásticas de utilizar o Big Data no varejo.

1. Otimização de preços

Com a ajuda do Big Data, é possível mapear eventuais aumentos ou diminuições na procura por determinados produtos. Isso permite definir um preço adequado e evitar queimas de estoque por conta do excesso de mercadorias. Além disso, o Big Data também pode ajudar a encontrar fornecedores que ofereçam os melhores preços. Dessa forma, você poderá atrair mais clientes com promoções.

2. Antecipação de demandas com precisão

Todo varejista precisa prever comportamentos e tendências. Com o Big Data, é possível fazer isso com base em dados concretos. Isso possibilita um bom gerenciamento do estoque, de forma que ele não fique lotado de mercadorias que não serão facilmente vendidas. Além disso, essa boa gestão evitará perdas de vendas, já que sempre haverá estoque de produtos procurados.

3. Criação de cupons de desconto personalizados

Cupons de desconto podem despertar o interesse de potenciais clientes e fidelizá-los. Essa estratégia pode funcionar muito bem, desde que o cupom possa ser utilizado em algum produto desejado pelo cliente. Além disso, cupons de desconto são uma boa solução para produtos em excesso no estoque. Basta direcionar a comunicação para os clientes que se interessam por aquele item.

4. Investimento em marketing segmentado

O Big Data permite fazer uma comunicação segmentada e personalizada. Isso pode trazer bons resultados nas campanhas, já que apenas pessoas com potencial de compra serão impactadas com a divulgação. É possível até mesmo personalizar e-mails com o nome do cliente e recomendar produtos com base no histórico de compras ou nos produtos visualizados. Dessa forma, é possível fazer as ofertas certas, possibilitando que o marketing seja mais eficiente.

Conforme você viu neste artigo, ao utilizar o Big Data no varejo, pode-se aumentar a eficiência na conquista de novos clientes e manter um bom relacionamento com eles. Além disso, é possível tomar boas decisões com respeito a estoque, preços, investimentos e outros fatores. Já que reunir e organizar tantas informações manualmente é praticamente impossível, é essencial usar sistemas e ferramentas que facilitem esse trabalho.

Nós, da Web Managers, teremos o maior prazer em lhe ajudar a implantar um sistema que ofereça tudo o que é necessário na gestão do seu negócio. Portanto, para receber um diagnóstico gratuito, entre em contato agora conosco!





Fique antenado sobre as Novidades

Não enviaremos spam!